Aquecedor Solar Tuma

Residências

Sistema de Aquecimento Solar Residêncial

Aquecedor solar de água residencial: Sistema de Circulação Natural

O Kit é composto principalmente por boiler (reservatório térmico) e placas (coletores solares) que são instaladas conforme esquema acima para funcionamento pelo princípio de circulação natural ou termossifão, evitando assim a utilização de motobomba.

 

Circulação Natural

1- A caixa de água fria abastece o reservatório termico (boiler);
2- O reservatório termico (boiler), por sua vez, abastece as placas (coletores solares) com a água fria;
3- As placas (coletores solares) absorvem o calor do sol e aquecem a água;
4- A água aquecida retorna ao reservatório térmico (boiler) e é armazenada;
5- O reservatório térmico (boiler) conserva a temperatura da água;
6- A água sai quente do reservatório térmico (boiler) para o consumo e
7- Você tempera a água quente misturando com água fria.


Circulação Forçada ou Bombeada

Em algumas situações residenciais a instalação por circulação natural, termossifão ou “sem motobomba” não é viável. Nem sempre é possível respeitarmos os corretos desníveis e distâncias necessárias entre os componentes do sistema - que são as placas, armazenador e caixa de água fria - para permitir aquele tipo de instalação.

Nestes casos, a solução indicada para a instalação do seu sistema de aquecimento solar é um sistema bombeado. Sendo assim, o conjunto de placas poderá ficar até mesmo acima da caixa de água fria.

 

Aquecedor Solar com sistema bombeado

Instalação de Aquecedor Solar COM BOMBA

Em um aquecedor solar instalado com circulação forçada, um controlador de temperatura promove a circulação da água acionando uma pequena motobomba, de baixíssima potência, sempre que necessário.

Sendo assim, um kit de aquecimento solar de água para instalação forçada, além das placas e armazenador, agrega uma mini motobomba e um CDT (controlador diferencial de temperatura).

O CDT funciona comparando a temperatura (normalmente mais alta) do sensor 1, instalado no conjunto de placas, com a do sensor 2, instalado junto à tubulação de sucção da motobomba.

Sempre que encontrar uma diferença significativa entre as duas temperaturas, o CDT acionará a mini motobomba, levando a água já aquecida de dentro das placas até o armazenador.